Exibimos propagandas pois acreditamos que todo aquele que produz conteúdo e compartilha conhecimento merece uma fatia da enorme riqueza gerada pela internet.

Thank God It's Friday (Trilha sonora)

Trilha sonora batidão lá dos idos de 1978.

"Thank God It's Friday (br:Até que Enfim É Sexta-Feira; pt: Graças a Deus É Sexta-Feira) é um filme estadunidense de 1978, dirigido por Robert Klane, produzido por Neil Bogart, estrelado por Jeff Goldblum, Debra Winger, Donna Summer e The Commodores. O filme ganhou o Oscar e o Golden Globe Awards de melhor canção (Last Dance, interpretada por Donna Summer).

O filme conta as aventuras e desventuras de frequentadores de uma discoteca na cidade de Los Angeles, dentre estes uma cantora iniciante (Donna Summer) em busca do sucesso."

Há uma versão em vinil triplo desta trilha. Essa versão é de apenas um disco e conta com a participação de Hot Kiss, Donna Stevens, Station Blue Band, Jane MacClington, Lou Gray, Paul Leroy, Capricorn e Peter Kelly.

Disco e capa em excelente estado.

Fonte: Wikipedia.



Presente da família Golin

Com certo atraso, mas não posso deixar de registrar aqui o presentão que ganhei de aniversário da família Feller Golin. Destaque para o Galpão Crioulo, que está autografado por diversos participantes do disco. Julio, Andrea e Marialva, muito obrigado. Serão ouvidos e muito bem cuidados por aqui! 

Godspell

"Godspell (um arcaica grafia da palavra gospel) é um musical escrito por Stephen Schwartz e John-Michael Tebelak. Estreou na Broadway em 17 de maio de 1971, e foi reapresentado por varias companhias diversas vezes desde então. Vários álbuns com a trilha sonora do musical já foram lançados ao longo dos anos e uma de suas músicas, "Day by Day", do álbum original, alcançou o número 13 na lista da revista Billboard no verão de 1972.

A estrutura do musical é a de uma série de parábolas, retiradas principalmente do Evangelho de Mateus. Estes são, entretanto, intercaladas com uma variedade de músicas modernas com origem principalmente nos antigos hinos cristãos, a Paixão de Cristo é tratado brevemente no final da performance. A ideia do musical vem de um projeto realizado por estudantes universitários da Carnegie Mellon University, que depois virou uma produção da Broadway que acabou sendo um sucesso de longa data. A ideia do musical foi também de servir como um contraponto ao musical Hair, pois sua proposta enfatiza o legado do cristianismo e principalmente da personagem de Jesus de Nazaré como o filho de Deus e salvador da humanidade.

O musical estreou um ano após o musical Jesus Cristo Superstar, que também é um musical com temas religiosos.

Em 2012, uma remontagem do musical estreou no Teatro Commune, em São Paulo. Com direção de Kléber diLázzare e produção de Janaína Lince e Evandro Martins Fontes. Inaugurando o estilo off-Broadway na cena de Teatro Musical paulistana, a montagem estrelou Anna Toledo, Aline Leite, Arthur Berges, Carlos Sanmartin, Davi Tápias, Igor Miranda, Janaína Lince, Louise Helene, Mariana Elisabetsky, Pier Marchi, Renata Versolato e Guilherme Lazzary. Na segunda temporada do musical, em novembro de 2013, as atrizes Luciana Milano e Kotoe Karasawa integraram o elenco em substituições."

As melhores músicas do disco são "Turn Back, o Man" (lindo e embalado vocal feminino), "Bless The Lord" (cheia de firulas engraçadinhas), "All For The Best" (que tem um andamento muito divertido).

Fonte: Wikipedia



Emmanuelle

Meninos que nasceram nos anos 70 devem lembrar bem dela... Não necessariamente do filme, mas da série originada depois do seu lançamento. Mas enfim, se você nunca assistiu ou ouviu falar do Cine Privê, confere essa matéria no site da Veja que inclusive tem algumas cenas.


Samson and Delilah

Sansão e Dalila (no original em inglês: Samson and Delilah) é um filme estadunidense de 1949, um épico realizado por Cecil B. DeMille.

O argumento do filme foi adaptado da célebre história biblíca de Sansão e Dalila, no Livro dos Juízes. Possui cenas clássicas como a famosa e monumental destruição do templo.

Sinopse
O hebreu Sansão, famoso pela sua força descomunal, fica noivo de uma mulher filistéia chamada Semadar. Ela é morta logo depois do casamento pelos filisteus na tentativa de matar Sansão. A irmã de Semadar, Dalila, que é apaixonada por Sansão, porém é muito ambiciosa, tenta descobrir o segredo da força de Sansão em troca de pratas e riqueza. Após descobrir que a força está em seu cabelo, Dalila o corta e entrega Sansão aos filisteus sem saber que seu povo o deixará cego e o fará sofrer. No final, a força de Sansão volta e ele acaba matando todos os filisteus em um templo onde ia ser chicoteado.

O vinil abaixo foi prensado nos Estados Unidos em 1978. E se quiser conferir o filme completo ele está logo após as fotos, com as graças do Youtube.

Fonte: Wikipedia





A Noviça Rebelde (Trilha Sonora)

Um sucesso arrebatador quando lançado em 1965, chegou a deixar para trás até monstros como "E o Vento Levou". E o que nos conta a Wikipedia?

"The Sound of Music (bra: A Noviça Rebelde; prt: Música no Coração) é um filme norte-americano de 1965, dos gêneros drama, musical, romance e comédia, dirigido e produzido por Robert Wise, com roteiro de Ernest Lehman baseado no livro de memórias The Story of the Trapp Family Singers, de Maria von Trapp.

Trata-se de uma adaptação do musical homônimo de 1959, escrito por Howard Lindsay e Russel Crouse, com canções de Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II, sendo que Irwin Kostal encarregou-se das passagens instrumentais.

Protagonizado por Julie Andrews e Christopher Plummer — que interpretam respectivamente Maria e Capitão von Trapp —, o filme narra as aventuras de uma jovem mulher austríaca que estuda para se tornar uma freira em Salzburgo no ano de 1938 e acaba sendo enviada para a casa de campo de um oficial da marinha viúvo e aposentado, para ser a governanta de seus sete filhos. Depois de trazer música e amor para as vidas das crianças através da bondade e paciência, ela se casa com o Capitão e, juntamente com as crianças, descobre uma maneira de sobreviver à perda sua terra natal através da coragem e da fé."


Fiddler on the Roof - Al Goodman and his Orchestra

Com as palavras da amada Wikipedia
"Fiddler on the Roof (no Brasil, Um Violinista no Telhado; em Portugal, Um Violino no Telhado) é um musical em dois atos do compositor americano Jerry Bock, com letra de Sheldon Harnick e libreto de Joseph Stein. A obra, que se passa na Rússia czarista, em 1905, é baseada na peça Tevye e suas Filhas, também conhecida como Tevye, o Leiteiro, e outros Contos, de Sholem Aleichem. A história gira em torno de Tevye, pai de cinco filhas, e suas tentativas de manter sua família e suas tradições religiosas judaicas enquanto as influências externas penetram em suas vidas; Tevye se vê obrigado a lidar com as ações determinadas de suas três filhas mais velhas, cujas escolhas de marido as afastará dos costumes de sua fé, e com o edito do czar Nicolau II da Rússia, que expulsa os judeus de sua vila.
A produção original da Broadway da peça, que estreou em 1964, foi a primeira produção de um musical na história a ultrapassar a marca de três mil performances. A obra também deteve o recorde de musical da Broadway a ficar mais tempo em cartaz por quase dez anos, até que Grease a ultrapassou. A produção foi extremamente bem-sucedida em termos de público e crítica; foi indicada a dez Prêmios Tony, vencendo nove, incluindo os prêmios de melhor musical, partitura, libreto, direção e coreografia. Também foi reencenada na Broadway quatro vezes e teve uma adaptação bem sucedida para o cinema em 1971, além de ser comumente encenada internacionalmente e em produções escolares e comunitárias."





American Fever

Acredito que esse filme é uma versão italiana dos Embalos de Sábado a Noite. Certamente também muito menos conhecida. Só encontrei referências a ele no IMDB, e mesmo assim bem escassa. As músicas são legais, com aquele batidão marcante do final dos anos 70. Pura disco music para balançar o esqueleto.


Hair

Musical da broadway que virou filme clássico da geração paz e amor. Apesar de prensado no Brasil em 1971, este disco traz as músicas dessa produção flower power em versões cantadas em japonês. Os cantores são muito bons e as melodias ficaram intactas. Para quem não está acostumado com a língua soa esquisito, mas é interessante. E se a coisa apertar mesmo não tem problema, as letras estão todas impressas no encarte. 😅




Flower Drum Song

Flower Drum Song é um filme norte-americano de 1961, do gênero comédia musical, dirigido por Henry Koster e estrelado por Nancy Kwan e James Shigeta.

Acima de tudo sobre o choque de culturas entre chineses conservadores e aqueles já adaptados ao american way of life, Flor de Lótus é o primeiro musical da Universal Pictures na década de 1960. É também a única versão produzida pelo estúdio de um espetáculo de Rodgers e Hammerstein.

O roteiro é baseado no musical de sucesso da dupla, apresentado seiscentas vezes na Broadway entre dezembro de 1958 e maio de 1960. Todavia, tanto um como o outro têm raízes mais profundas -- o romance homônimo do escritor sino-estadunidense C. Y. Lee, publicado em 1957.

Todo o elenco é de origem asiática, uma raridade na Hollywood da época. Juanita Hall e Miyoshi Umeki repetiram os papéis que protagonizaram na versão teatral. Jack Soo também esteve na Broadway, porém em papel diferente.

Bons momentos de dança incluem a sequência de sonho com o balé "Love Look Away" interpretado por Reiko Sato. Por sua vez, "I Am Going to Like It Here", com Miyoshi Umeki, contém uma das mais bem estruturadas letras de Hammerstein.

Sinopse
A jovem Mei Li e o avô Doutor Li chegam ilegalmente a São Francisco, onde Mei Li está prometida em casamento a Sammy Fong, que ama a exuberante dançarina Linda Low, que namora Wang Ta, que não ama ninguém e é filho de um rico comerciante de Chinatown... mas chega um momento em que o círculo se fecha, e Mei Li e Wang Ta caem de amores um pelo outro.